Acompanhe projeções e análises sobre o cenário econômico brasileiro com os dados mais recentes do mercado interpretados por nossos especialistas. A equipe de economistas da Serasa Experian contextualiza indicadores de inadimplência, atividades da indústria e do varejo, taxas de inflação, câmbio e muito mais.

Confira alguns destaques:

Varejo: apresentou variação positiva de 0,2% em fevereiro de 2021, após ter recuado 1,1% em janeiro, já efetuados os ajustes sazonais. Após uma sequência de taxas de crescimento robusto entre maio e dezembro de 2020, a atividade varejista tende a perder tração neste início de ano. A interrupção do pagamento do auxílio emergencial, combinada ao aumento da inflação e à nova onda de contaminações da Covid-19, está entre os principais fatores que explicam este enfraquecimento.

– Busca por crédito: segue firme a busca por crédito pelos consumidores. Houve alta de 13,8% em fevereiro deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Entre as empresas o aumento foi de 12,7% em relação a fevereiro de 2020, com queda na procura por crédito registrada apenas entre empresas de médio porte. A projeção atual é de 9% de aumento na carteira de crédito do Sistema Financeiro Nacional para 2021.

Juros: o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou em 75 pontos-base a meta da taxa Selic, colocando-a em 2,75% a.a. na sua última reunião, em 18 de março. Também houve sinalização de que a meta será elevada em maio deste ano. Nossos economistas ampliaram de 3,5% para 4,5% a.a. a projeção para a taxa Selic ao final deste ano.

Conheça todos os detalhes: é só preencher o formulário abaixo e baixar!