A Experian realizou uma pesquisa com 3 mil consumidores e 900 empresas em 10 países. O resultado indicou que alguns consumidores estão respondendo à incerteza econômica reduzindo os gastos e aproveitando as reservas financeiras. Há também aqueles que estão usando o crédito para tomar decisões estratégicas, como refinanciamento, compra de imóvel ou novos pedidos de crédito.

O estudo, que ocorreu do final de junho ao início de julho de 2020, mostra também que houve um aumento de 40% no número de consumidores que efetuaram novos empréstimos digitalmente.

Os dados obtidos nesse relatório reforçam a importância das empresas entenderem como os canais digitais ajudarão a fomentar novos negócios. Esses indicadores devem direcionar o investimento em soluções para melhorar o onboarding digital incluindo dados, analytics e tecnologia.

Os investimentos ajudam a atender às demandas digitais dos consumidores, protegendo sua capacidade de reter os clientes e conquistar novos negócios.

Nesse cenário, a Experian destaca de que forma os executivos de serviços financeiros podem concentrar os esforços de suas equipes para tomarem decisões mais eficientes e seguras nos próximos meses.

Confiança e demanda por crédito

É necessário que as empresas que concedem crédito considerem a dinâmica atual ao monitorar e medir o efeito das oscilações do mercado em seu portfólio.

Em geral, a menor confiança do consumidor em ter acesso ao crédito não é algo surpreendente, mas o verdadeiro impacto sobre a demanda por crédito ainda não foi concluído.

Diante de tantas mudanças, a procura por novos tipos de crédito pelos consumidores e as formas como eles utilizam as opções já existentes estão mudando.

Decisão na atualidade

À medida que as empresas que concedem crédito continuam se concentrando na saúde do negócio, é fundamental considerar a eficiência operacional e a otimização contínua. Dado que não há precedentes para a atual pandemia global, as companhias precisarão contar com soluções inovadoras para aprender e se adaptar em tempo real.

A pesquisa realizada pela Experian aponta que muitas organizações sabem que mudanças são necessárias e estão buscando soluções para enfrentar esse desafio. Uma em cada 5 empresas em todo o mundo não tem confiança na eficácia de seu risco de crédito e nas decisões de cobrança desde o início da pandemia. Do total, 60% planejam aumentar o orçamento para análise e gerenciamento de risco de crédito.

Enquanto isso, as 3 principais soluções que as empresas acreditam que irão melhorar a eficiência operacional ao oferecer suporte às necessidades financeiras dos clientes são gerenciamento automatizado de decisões, soluções na nuvem e inteligência artificial.

Atuar de maneira estratégica agora pode ajudar as empresas a apoiarem os consumidores e o desempenho dos negócios a longo prazo.

Capacidade de pagamento

As empresas também devem estar atentas à volatilidade do ambiente atual e garantir que suas equipes se apoiam em dados e analytics para que possam tomar decisões precisas com base na situação financeira atual do cliente.

É recomendado ter as ferramentas certas para melhor avaliar a capacidade de crédito do consumidor. A Serasa Experian possui plataformas que podem auxiliar as empresas na tomada de decisões de crédito no cenário atual.

Para saber mais sobre essa pesquisa conduzida pela Experian, clique aqui e preencha o formulário.

 

*Conteúdo adaptado do texto original “What lenders should consider when evaluating their underwriting and decisioning policies for the next 12 months