Da população de baixa renda que conhece o Cadastro Positivo, 98% acreditam que o histórico positivo pode ajudar a aumentar o score, revela pesquisa da Serasa Experian

Da população de baixa renda que conhece o Cadastro Positivo, 98% acreditam que o histórico positivo pode ajudar a aumentar o score, revela pesquisa da Serasa Experian

  • Pesquisa
  • Publicada em 07/01/2020
  • Tempo de leitura: 7 minuto(s)
Com as informações positivas no score de crédito, 11,9 milhões de pessoas com renda mensal de até R$1.000 devem ser incluídas no mercado de crédito

São Paulo, 7 de janeiro de 2020 Segundo pesquisa da Serasa Experian, das pessoas com faixa de renda de até 1.000 que sabem  o que é o Cadastro Positivo,  98% acreditam que  ter  um histórico de bons pagamentos pode ajudar a aumentar  o score de crédito. Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, como o Cadastro Positivo vai incluir  informações além do histórico bancário, como contas de água, luz e telefone, será possível ter uma visão mais completa dos pagamentos feitos em dia. “Esse movimento tem impacto direto no score das pessoas porque a união das informações negativas com as positivas vai tornar a pontuação mais assertiva, ampliando o acesso a novas linhas de financiamento e possibilitando melhores ofertas. Por isso, é fundamental que a população esteja atenta à sua pontuação e passe a utilizá-la como uma ferramenta de empoderamento econômico”, diz o economista.

Ainda segundo outro estudo da Serasa Experian, 11,9 milhões de consumidores dentro desta mesma faixa de renda que atualmente estão fora do mercado de crédito, seriam totalmente incluídos por já apresentarem um histórico favorável de adimplência. Eles representam mais da metade dos quase 23 milhões de brasileiros na mesma situação, considerando  todos  os rendimentos, veja a tabela abaixo:

Segundo Rabi, a expectativa na melhora de crédito para essa população de baixa renda é positiva para 2020. “Em 2019, em que houve queda dos juros e estabilização no desemprego nos últimos trimestres, a busca por crédito das pessoas desta faixa de renda cresceu mais do que nas outras classes e a expectativa para 2020 é ainda melhor. Em dez anos, nós devemos ter um aumento de R$700 bilhões nas operações de crédito para os consumidores”, complementa.

O economista explica que o movimento do crédito entre a população com renda mais baixa segue o cenário. “Quando a demanda por crédito se enfraquece (anos de 2014 e 2015), a da baixa renda se enfraquece mais que a média. Quando a demanda por crédito avança de forma mais significativa, a mesma cresce mais que a média”. Este movimento pode ser explicado pela falta de recursos guardados, já que em momentos de instabilidade, essas pessoas normalmente não conseguem resgatar uma espécie de poupança para quitar seus compromissos. “Quem tem renda maior costuma fazer empréstimos com mais segurança, pois se enfrentar um momento turbulento nas finanças, tem alternativas para honrar os pagamentos”, finaliza Rabi.

A pesquisa da Serasa Experian apontou que 91,7% dos entrevistados têm a consciência que a educação financeira é um importante caminho para melhorar o score de crédito. Para ajudar os brasileiros neste processo de resgate da cidadania financeira, a Serasa Experian realiza uma série de iniciativas, como a de voluntariano corporativo, e disponibiliza plataformas gratuitas para a população, como o Serasa Ensina.

O programa da Serasa Experian de Formação de Voluntários em educação financeira visa a utilizar as capacidades da empresa em tecnologia de crédito para desenvolver uma cultura de educação financeira voltada para a comunidade, beneficiando pais, professores e alunos da rede pública de ensino da cidade de São Paulo. Ele já impactou mais de 79 mil pessoas ao longo dos últimos anos e só em 2019 foram aproximadamente mil horas que os funcionários dedicaram às iniciativas, como o Esquadrão Limpa Nome, que contou com mais de 300 voluntários atuantes nas cidades de Blumenau, Rio de Janeiro, São Carlos e São Paulo em novembro de 2019.

Ainda como parte do voluntariado está o Serasa Itinerante, que auxilia professores a disseminarem informações que ajudem os brasileiros a lidarem melhor com suas finanças. Cerca de 1.500 professsores já participaram, atingindo quase 12 mil alunos em 34 municípios.

Outro importante canal de educação financeira é o Serasa Ensina, portal de educação financeira mais acessado do país, com uma média de 2 milhões de acessos por mês. Só no YouTube são quase 146 mil inscritos e mais de 78 milhões de visualizações. 

Você também lê esta notícia no site www.serasaexperian.com.br/sala-de-imprensa

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Para mais informações, visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 17.200 pessoas em 44 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite o nosso hub de conteúdo global para as últimas notícias sobre a empresa.