Menu
Já possui uma conta? Meu primeiro acesso / Login
 

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

DENUNCIE


Menu

Para conhecer nossos serviços, ligue para:

3004-7728
para capitais e regiões metropolitanas
0800 773 7728
demais localidades, exclusivo para chamadas de telefone fixo

Vírus & Cia

Entenda o que é um vírus

Vírus de computador são programas desenvolvidos com fins maliciosos. Podemos encontrar algumas semelhanças entre um vírus de computador e um vírus orgânico. Ambos necessitam de um sistema ou um programa hospedeiro. O vírus de computador é capaz de se propagar de forma quase insuspeita e, tal como a gravidade dos vírus dos seres humanos – que variam de uma gripe de 24 horas a um ebola –, os vírus de computador variam desde uma pequena inconveniência a um elevado grau de destrutividade.


O vírus de computador se instala com o objetivo de prejudicar o desempenho da máquina, destruir arquivos e se espalhar para outros computadores. Pessoas mal-intencionadas podem usar essas brechas para vasculhar o computador e roubar dados, como senhas de banco e números de cartão de crédito.


Como o vírus ataca

Os vírus podem chegar por e-mails, programas-pirata, sites de origem duvidosa ou outros micros numa rede local. Para que infectem o computador, normalmente o usuário precisa executar o programa instalador do vírus. Por isso, muitas dessas pragas utilizam técnicas de engenharia social para seduzir aqueles que os recebem: oferecem “recompensas”, como dinheiro e produtos grátis, para quem clicar um botão ou acessar um determinado link.


Tipos de pragas virtuais

Vírus

A mais simples e conhecida das ameaças. Esse programa malicioso pode ligar-se ao arquivo de qualquer programa, desde um sistema operacional, como o Windows, até um aplicativo, como o Word ou um jogo.


Toda vez que um desses programas é executado, o vírus entra em ação. Nessas horas, ele pode se espalhar para outros programas e prejudicar o funcionamento do computador.


Vírus de e-mail

Não existem vírus de e-mail. O que existe são vírus escondidos em programas anexados ao e-mail, que costumam oferecer dinheiro, fotos sensuais ou produtos milagrosos para que o destinatário abra a mensagem.


Quando um computador é contaminado por uma dessas pragas, o vírus passa a enviar milhares de cópias suas para outros computadores, também por e-mail. A máquina e a navegação na Internet ficam mais lentas.


Vermes (worms)

São vírus especiais. Também se espalham pela Internet, mas não usam o e-mail para infectar outros computadores. Em vez disso, eles se copiam automaticamente de um micro para outro, via redes locais de computadores.


O problema é que o internauta não precisa fazer nada para ser atacado. Basta ter o equipamento conectado à Internet. O verme faz com que a conexão com a Internet fique mais lenta.


Cavalo de troia

É um programa que carrega escondido o código de um vírus que, ao contrário de outros, não tem a intenção de se copiar e atacar outros micros.


Normalmente, chega disfarçado, prometendo ser um jogo ou outro programa. Mas, quando é instalado, faz uma coisa totalmente diferente, como apagar o conteúdo do disco rígido. Também pode ser utilizado para roubar informações pessoais do computador e enviá-las a pessoas que aplicam golpes financeiros.


Como os antivírus funcionam

Um programa antivírus atua como uma vacina permanente no computador. Ele tem a função de filtrar todo corpo estranho que chega ou sai por e-mail ou pela rede do computador.


Para identificar um vírus, o antivírus faz uma comparação entre o arquivo que chegou e uma biblioteca de informações sobre os vários tipos de vírus. É como uma análise do código genético do vírus. Se o código bater, a ameaça é bloqueada.


Essa biblioteca de informações sobre vírus precisa ser atualizada constantemente por meio da Internet. Caso contrário, o antivírus não estará preparado para lidar com as novas pragas digitais que surgem a cada dia.