Social, Cloud, Mobile, Big Data e IA

Nas últimas décadas, o surgimento, barateamento e rápida adoção de tecnologias digitais vem transformando as relações pessoais, os processos industriais e a criação de novos serviços numa escala e velocidade cada vez maior. Pessoas passaram a expor seu comportamento e preferências abertamente pela web e a internet móvel intensificou o acesso a distribuição de conteúdo de modo quase instantâneo entre redes pessoais ou entre consumidor e provedor de serviços.

Do ponto de vista empresarial, a criação de ambientes em cloud reduziu a barreira de entrada em mercados para milhões de novos empreendedores que passaram a criar, construir e distribuir seus produtos e serviços globalmente. Este contexto de “Social + Mobile + Cloud” passou a gerar cada vez mais novas formas de dados e informação que culminou no conceito de Big Data.

Assim, novas tecnologias e algoritmos estão sendo criados para entender este novo contexto e gerar valor para as empresas. Dentre estes algoritmos, os quem tem ganhado maior tração e relevância são aqueles relacionados a inteligência artificial, pois maximizam as análises de novos e estranhos dados para explicar comportamentos e preferências de consumidores, empresas e literalmente qualquer coisa.

Mas como empresas podem fazer a transição de um cenário tradicional para cenário tão novo e complexo? Quais tecnologias empregar? O que é esperança e o que é valor no uso de dados não estruturados? Como introduzir ciclos de inovação no business as usual?
Como resposta a estas e outras questões foi criado o DataLab.