O reconhecimento do usuário e a autenticação devem passar de uma tarefa que depende de alguma ação dos consumidores para algo que ocorre automaticamente.

Veja 5 importantes dicas para criar uma estratégia digital baseada em autenticação contínua apresentadas na Pesquisa Global de Identidade e Fraude 2021 da Experian:

1) Elimine silos para criar experiências seguras, contínuas e completas para o cliente

Os silos organizacionais estão contribuindo para um sistema fracionado que oferece ao cliente experiências desarticuladas. Os clientes não pensam na prevenção ou reconhecimento de fraudes como algo separado da integração da conta ou da transação de pagamento.

As empresas precisam pensar sobre sua experiência digital com uma visão 360 graus, usando insights em cada interação para construir perfis de clientes que levem a uma maior interação e menor atrito.

2) Use métodos de segurança em camadas para atender às expectativas do consumidor

Utilize uma combinação de métodos de segurança, visíveis e invisíveis, para atender às crescentes expectativas do consumidor em relação ao reconhecimento e à segurança.

Uma abordagem em camadas também inclui dados de observações e atividades do consumidor. A fórmula certa varia de acordo com as empresas e o valor da transação, no entanto, deve incluir uma combinação avançada de reconhecimento, recursos de autenticação e análises sofisticadas para alcançar os melhores resultados.

3) Combine ferramentas de Inteligência Artificial e Machine Learning com seus processos de alto desempenho

Para adotar a segurança em camadas e criar experiências de ponta a ponta, as empresas precisam de tecnologias mais avançadas. As ferramentas de IA (Inteligência Artificial) e ML (Machine Learning) ajudam a dar sentido aos dados, automatizar processos e dimensionar a experiência digital, mas elas não substituem o trabalho humano.

4) Duplique o reconhecimento de identidade para aprimorar a tomada de decisão e a confiança do cliente

A pandemia de Covid-19, por exemplo, colocou esse conceito à prova, mostrando que os consumidores confiam mais em empresas que apresentam ações de prevenção à fraude e segurança.

O reconhecimento efetivo do cliente é o início dessa relação e o ponto crucial no combate à fraude.

5) Procure soluções inovadoras e novos caminhos para o sucesso aplicados também em outros países

Os países tendem a se considerar mercados autônomos quando se trata de fraudes e expectativas do consumidor em relação às experiências e suportes digitais.

Mesmo que existam diferenças sutis, empresas de diferentes lugares do mundo também podem aprender umas com as outras. Procure abordagens que estão tendo sucesso em outros países e considere como você pode incorporá-las na experiência digital do cliente.

A Pesquisa Global de Identidade e Fraude 2021 da Experian foi baseada em 3 estudos que ocorreram desde o início da pandemia, realizados com 9 mil consumidores e 2.700 executivos de empresas de 10 países, incluindo o Brasil.

O material também traz informações sobre as mudanças nas preferências dos consumidores em relação aos métodos de proteção e a abordagem adequada de agora em diante, além de outros insights sobre o mercado de prevenção à fraude.

Clique aqui, preencha o formulário e baixe agora o PDF com o relatório completo traduzido para o português!