Confira 3 dicas para uma campanha relevante para o Dia das Mães

Confira 3 dicas para uma campanha relevante para o Dia das Mães

  • Pesquisa
  • Publicada em 19/03/2019
  • Tempo de leitura: 3 minuto(s)

O comportamento do público feminino vem mudando ao longo dos anos e as mulheres estão cada vez mais exigentes com o que consomem. Quando falamos de mães (ou futuras mamães, por que não?), essa exigência só tende a aumentar. Se antes o interesse se concentrava em itens como fraldas, papinhas e brinquedos, agora a experiência passou a ter grande relevância para a maternidade moderna.

A internet é um dos meios mais fáceis para as mães se informarem, tanto pela facilidade de acesso quanto ao grande volume de informações voltados à maternidade. De acordo com uma pesquisa recente do Google, 75% das genitoras buscam sobre experiências reais sobre o tema e o volume de buscas aumenta cerca de 85% após descobrirem que estão grávidas.

Com essa mudança de comportamento, as empresas têm como desafio se tornarem relevantes para as mães por bastante tempo e não apenas nesta data. Como fazer isso? Por meio de um diálogo personalizado, o que torna fundamental a necessidade de segmentar a comunicação.

Confira abaixo algumas dicas que poderão ajudá-lo a estruturar melhor sua campanha para esta e outras datas comemorativas que estão por vir:

1. Segmente seu público

Você pode ter uma ideia criativa ou um bom orçamento para campanhas de mídia, mas se não souber alcançar as pessoas certas o resultado da sua ação poderá não atingir seu potencial máximo.

Os consumidores estão cada vez mais exigentes com o que consomem, por isso a marca que oferecer conteúdos relevantes no momento certo sairá na frente dos concorrentes e, principalmente, terá mais chances de ser lembrada em outras oportunidades.

No contexto do Dia das Mães, mãe não é tudo igual, então foque em criar personas voltadas para o seu negócio. Além de combinar informações demográficas, comportamentais e financeiras na hora de elaborar as suas campanhas, você pode contar também com os modelos de afinidade da Serasa Experian. O objetivo desses modelos é agrupar indivíduos que possuem tendências a consumir determinados produtos e serviços, auxiliando assim as empresas a traçarem  estratégias mais adequadas para prospecção e fidelização do público-alvo.

2. Use os dados ao seu favor

Não importa o tamanho do seu negócio, você precisa ter um banco de dados de qualidade para conseguir oferecer uma boa experiência de compra para seu consumidor. Existem diversas soluções que vão desde a prospecção de clientes ao enriquecimento de sua base de dados, tudo para que você consiga enxergar oportunidades e tomar decisões mais estratégicas.

Com uma base de dados eficiente você aumentará seu nível de maturidade empresarial na gestão de dados e geração de insights, uma vez que as empresas precisam ser capazes de acompanhar o fluxo constante de informações recebidas para a tomada de decisão imediata, melhorar a experiência do cliente e reduzir atividade fraudulentas.

3. Invista no Remarketing

De acordo com um levantamento feito pelo Google Adwords, apenas 3% dos visitantes de um e-commerce compram algum produto na primeira visita. O número tende a ser menor se forem vendas mais complexas que exigem um orçamento, por exemplo.

O papel do Remarketing aqui é comunicar-se novamente com uma mesma pessoa e aumentar as chances de conversão. Essa estratégia poderá se tornar ainda mais poderosa se você o combinar com o inbound marketing porque, ao invés de se limitar a enviar e-mails ou avisos pontuais, você poderá promover conteúdos.