Serasa Experian

Confira os 4 erros mais comuns na gestão financeira que sua empresa precisa evitar

Você já assistiu a série “O Sócio” estrelada pelo empresário libanês Marcus Lemonis? Se não, sugerimos que o assista. O programa é transmitido pelo canal History Channel e mostra como Lemonis trabalha para salvar empresas com dificuldades administrativas.

O reality aborda importantes tópicos envolvendo gestão financeira e mostra que, por mais que seu negócio tenha uma ideia inovadora, não se sustentará na ausência de uma boa gerência administrativa.

Mesmo sabendo que a adoção de boas práticas empresariais influencia no sucesso de um negócio, listamos os 4 erros mais comuns que ainda são cometidos por algumas empresas e poderiam ser facilmente evitados.

  1. Não fazer gestão de estoque

Entender a quantidade e quais os produtos entram no estoque e são vendidos por mês é uma análise obrigatória que muitas empresas não dão importância ou simplesmente não fazem. Quando você dedica um tempo para estudar seu estoque, é possível enxergar formas de otimizar sua estratégia de vendas para todo seu portfólio, tanto para os produtos sazonais quanto para os menos vendidos.

Além dessa análise sobre os produtos, uma boa gestão de estoque é uma inteligente forma de reduzir custos, seja com a diminuição do volume de produtos estocados ou com o seu armazenamento.

  1. Ignorar o fluxo de caixa

Mesmo que você não seja da área financeira, é importante ter um conhecimento básico do que entra e sai de capital para conseguir analisar as possibilidades de investimento para o seu negócio. Contudo, o fluxo de caixa é uma atividade que precisa ser automatizada para reduzir as chances de erro. Se o tempo na realização do processo é maior do que na estruturação de estratégias, as chances da sua equipe estar se baseando em resultados falsos são maiores.

  1. Não otimizar processos

Você já parou para pensar o quanto sua empresa economizaria se otimizasse alguns processos? Quando as empresas deixam de avaliar essa questão operacional, as chances de se tornarem menos competitiva aumenta devido à perda de eficiência, tempo e produtividade da equipe. É importante centralizar os esforços em processos inteligente e que possam trazer ganhos para o seu negócio.

  1. Não ter uma reserva para imprevistos

Isto é uma dificuldade comum tanto para empresas quanto para pessoas físicas. Ter a disciplina de reservar uma quantia mensal o ajudará não apenas a evitar que chegue à inadimplência ou recorra a empréstimos desnecessários, mas também a ter uma reserva para investir em seu próprio negócio.

Se você se identificou em alguma dessas situações, aproveite nossas dicas para se planejar e garantir um ano promissor.